Lar Casa Bela

O Lar Casa Bela

Fundado por Isabel Galvão no dia 15 de agosto de 2012,
o Lar Casa Bela oferece acolhimento institucional
temporário para menores de 18 anos remanejados,
pelo Poder Judiciário ou pelo Conselho Tutelar,
quando não estão recebendo os cuidados
necessários para o seu pleno desenvolvimento.
Durante o período de acolhimento, as famílias
também são cuidadas e acompanhadas por
equipes especializadas. Alguns voltarão a viver
com sua família de origem, enquanto outros serão
redirecionados a outras famílias por meio da adoção.

O papel do Lar Casa Bela é fazer com que os meninos e meninas que por aqui passam tenham os seus direitos garantidos, se sintam acolhidos, cuidados, não percam os seus laços afetivos, criem novas conexões, conheçam e se apropriem de suas histórias.

Os atendimentos tiveram início em 14 de maio de 2014 e, até a presente data, já transformamos mais de 100 histórias através do nosso trabalho, que é mantido graças ao apoio de pessoas e empresas que compartilham da nossa visão de mundo e constroem esse caminho ao nosso lado. 

A Fundadora

Carinhosamente conhecida como Bel,
Isabel Galvão Simon idealizou e executou o projeto
do Lar Casa Bela desde o início, quando tudo não
passava de um sonho! Desde então, viu seu
projeto crescer e se transformar em uma linda
oportunidade de mudança de vidas
de crianças e adolescentes!
Tudo começou com um grande sonho e planos para um futuro distante. Com o sonho de fundar o Lar sempre presente, Bel planejou sua carreira focada no seu objetivo e, então, se formou em administração de empresas, tendo trabalhado durante 13 anos no mercado financeiro.
A vocação em se doar ao próximo e a paixão pelo trabalho voluntário sempre estiveram presentes na sua vida e durante 10 anos foi coordenadora voluntária de um projeto na cidade de São Paulo, que provia suporte e trabalho lúdico em casas de apoio para crianças com câncer e/ou doenças em fase de terminalidade. Foi nessa época que a Bel também se formou em teatro para aprimorar o seu trabalho com as crianças e as famílias.
Em 2011 a sua vocação encontrou uma oportunidade: após as terríveis enchentes que acometeram a região serrana do Rio de Janeiro, a Bel iniciou uma grande campanha de arrecadação de mantimentos para as vítimas. Entre tantas pessoas que a ajudaram, alguém muito especial foi levar uma doação e assim conheceu o seu marido Richard, que sempre foi um grande incentivador na realização do seu sonho e a apoiou a antecipar os seus planos.

Assim foi o início do Lar Casa Bela, fundado em 15 de agosto de 2012, constituindo-se como Associação no mesmo ano e iniciando os atendimentos em maio de 2014.

 

Formação acadêmica:

Experiência com voluntariado:

Missão

Transformar a sociedade para que toda criança tenha brilho nos olhos.

Visão

Que toda criança se sinta pertencente a uma família onde possa ser amada, cuidada e protegida.

Valores

Afeto, Empatia, Envolvimento,  Entusiasmo, Respeito, Comprometimento, Compaixão, Verdade e Gratidão, Franqueza nas Relações e Trabalho Voluntário Qualificado.